PALAVRA DE CADA DIA – VIGÉSIMO QUINTO DOMINGO DO TEMPO COMUM: “voltar a ser criança”

Mc 9, 30-37 – “voltar a ser criança”

Na Sua caminhada para Jerusalém Jesus tentava abrir os olhos dos Seus discípulos para as realidades que teriam de enfrentar e procurava ensiná-los a viver a vida com sabedoria e confiança nos planos do Pai. Eles, no entanto, porque não queriam admitir o sacrifício nem o sofrimento, tentavam fugir da verdade e se esquivavam desviando a conversa para outros pontos que despertassem neles maior interesse. Exortando-os Jesus lhes mostrava coisas bem claras que são completamente diferentes das que o homem natural pensa e deseja. Eles, porém, não queriam aprofundar-se no assunto da sua morte e ressurreição e não compreendiam quando Ele lhes falava de sofrimento e dor. Silenciavam diante das Suas revelações sem responder às Suas indagações, porque tinham medo do sofrimento achando que Jesus sempre estaria perto para protegê-los e não os deixaria passar por nenhuma aflição. Assim somos nós também! Não admitimos a dificuldade, a luta, o esforço, desejamos alcançar logo a vitória e a recompensa.  Somos nós, hoje, os discípulos a quem Jesus vem ensinar coisas preciosas, como: “quem quiser ser o primeiro que seja o último” ; “quem acolher em meu nome uma criança é a mim que estará acolhendo”. Gostamos de coisas grandiosas! As crianças para nós são muito inocentes e simples, queremos ser servidos, mas não gostamos de servir, mesmo assim desejamos ser grandes. O Senhor conhece o nosso pensamento e a verdade do nosso coração: queremos ser o primeiro em tudo, queremos ser grandes, ter sucesso aqui na terra e também no céu. Queremos alcançar a felicidade sem esforço, sem renúncia e esquecemos de que para sermos grandes no céu, nós temos que ser pequenos na terra. –  E agora, o que precisamos fazer?  – Como você poderá ser pequeno na terra e voltar a ser criança? – Você admite que possa sofrer aqui na terra? – Como você encara a realidade que não é muito boa? – Qual é para você a grande mensagem deste evangelho?