PALAVRA DE CADA DIA – Décimo Nono Domingo do Tempo Comum

Evangelho – Jo 6, 41-51

Reflexão – “descido céu de junto do Pai para nos conceder vida nova.”
Jesus ressuscitado, presente em Corpo, Alma e Divindade na Eucaristia e na Palavra Sagrada é o alimento que veio do céu para matar a nossa fome.  A Sua ressurreição e ascensão são a prova maior de que Ele veio do céu e que para lá voltou deixando para nós a Sua Palavra e o memorial da Sua Paixão como alimento. “Depois de instituída a Eucaristia na Última Ceia, Jesus confiou-a à Igreja, sua esposa amada, como Memorial da sua Morte e Ressurreição, e penhor da glória futura,(cf. SC 47; CIC 1323). Crer nisto é a condição para possuir a vida eterna. Os judeus murmuravam porque não acreditavam que Jesus fosse Filho de Deus, porém, hoje nós não podemos mais duvidar de que Jesus é o Filho Unigênito descido céu de junto do Pai para nos conceder vida nova. Apesar disso, hoje muitas pessoas ainda passam fome e continuam murmurando sem compreender o verdadeiro significado da Morte e Ressurreição de Jesus e não O reconhecem como o Pão que dá a vida ao mundo.  Quem come deste pão vive eternamente e não pode lamentar-se com fome. As Suas Palavras são vida eterna para nós e, a vida eterna, começa desde já, pois, partilhamos de uma em felicidade constante, fartura, plenitude, tudo o quanto o homem busca viver aqui na terra. Desde já o Senhor nos alimenta e nos prepara com uma veste nova para a nossa entrada na vida que não tem fim.  – Você tem se alimentado com o pão do céu ou tem se lamentado e comendo apenas o pão da terra?  –  Aonde você tem buscado alimento para fortalecer a sua alma? – Como estão os seus sentimentos? – Você é feliz?