ORAÇÃO DE CADA DIA – Ele toma o nosso lugar

Mc 1,40-45: Ele toma o nosso lugar

A liturgia do 6º Domingo do Tempo Comum apresenta-nos um Deus cheio de amor, de bondade e de ternura, que convida todos os homens e todas as mulheres a integrar a comunidade dos filhos amados de Deus. Ele não exclui ninguém nem aceita que, em seu nome, se inventem sistemas de discriminação ou de marginalização dos irmãos.
O Evangelho diz-nos que, em Jesus, Deus desce ao encontro dos seus filhos vítimas da rejeição e da exclusão, compadece-Se da sua miséria, estende-lhes a mão com amor, liberta-os dos seus sofrimentos, convida-os a integrar a comunidade do “Reino”. Deus não pactua com a discriminação e denuncia como contrários aos seus projectos todos os mecanismos de opressão dos irmãos.

Obrigado, Pai, porque Jesus, curando os leprosos, mostrou-nos que o amor não marginaliza ninguém, mas que regenera a pessoa, restabelecendo-a na sua dignidade. Cada cura de Cristo fala-nos do seu coração compassivo e confirma-nos na vinda do teu amor e do teu Reino. Obrigado também por tantos homens e mulheres entregues à fascinante tarefa de amar os seus irmãos e libertar os pobres e marginalizados da sociedade. Sacia a sua fome de justiça e ampara-os no seu empenho; e a nós impele-nos a seguir o exemplo de Jesus, servindo a Cristo nos nossos irmãos mais abandonados.